TERRA FARPADA

Escrito por Pereira Bras
Publicado em 22/02/2016
Categoria: Notícias

Terra tomada, terra perdida,

Terra crescida, terra medida,

Terra não dividida, terra esquecida.

Terra de pasto tem toco queimado,

Tem chão concentrado, tem gado espalhado,

Tem mata que mata e bem vigiada.

Terras manchadas são terras encharcadas,

De vidas ceifadas, de mortes matadas,

Tem cova ocupada tá bem escondida.

Trabalho forçado, peão recrutado,

Destino trancado, escravo da vida.

São terras estendidas de cercas gigantes,

São terras griladas de gentes roubadas

A preço de vidas.

Mortes compridas, mortes cumpridas,

Tem corpo ocultado, há corpo queimado,

Mortes despercebidas, estórias esquecidas.

Latifúndio aumentado foi tudo forjado,

Arame esticado, mourão levantado,

Trabalho pesado, suor explorado,

Fazenda cercada por gentes sofrida.

Chão de folhas, chão de memórias,

Chão de capins, chão de tocaias,

Chão de armadilhas, chão de sangue,

Chão de mortes, chãos de corpos

Chão de vidas partidas.

Bala de chumbo, bala de cobre,

Bala medida, bala dirigida,

Bala atirada foi bala mandada,

É bala escolhida para classe sofrida.

Bala tingida é bala sangrada,

Bala que mata a vida humana

Bala assassina que traz uma sina

A todos ensina que bala não cala.

Pereira Bras

21/02/2016

   
     
   
» Todo o conteúdo pode ser copiado e reproduzido desde que citada a fonte «